quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Anhembi - Interlagos - São Paulo - 2010

Não mantive a mesma paixão por Fórmula 1 depois da morte do Ayrton Senna em 1994, naquela época sabia todas os carros, equipes, pilotos, capacetes, entre outros detalhes de todos os pilotos da categoria. No último Grande Prêmio Brasil realizado em 07 de novembro eu mal sabia quem era os brasileiros na pista.

Mas GP Brasil é uma festa e, nisso continuo apaixonado como sempre, minha jornada começou esse ano na madrugada de sexta e não de sábado, como nos anos anteriores. Antes do treino de sábado, ainda na sexta queria dar uma passadinha pelo 50º Salão do Automóvel, queria ver de perto as belas mulheres que aparecem ao lado dos carros, afinal diferente da maioria dos brasileiros, carro nunca foi uma das minhas paixões.

E a maratona teve seu início à zero hora de sexta, quando embarquei em um ônibus com destino a capital, e assim se desenrolou:

Sexta-feira: Salão do Automóvel valeu pela apresentação do Roger, no estande da Volskwagem, e também a da Lotus amarela que foi pilotada pelo Ayrton, essa no estande do Bradesco (as duas tiveram vídeos postados aqui no blog e valem a pena serem visualizadas).

Bom, também tinha as modelos, lindas quando posavam para fotos, e expressão de nojo assim que paravam os flashes. Fazer o quê? Não deve ser fácil ser linda e gostosa, porém pagas para sorrir durante 10h interruptas equilibradas em saltos agulha. Tendo uma oportunidade vale a visita no Salão, evite apenas levar crianças ou pessoas que não permitam que você desfrute de todas, que são muitas, as atrações possíveis.

Sábado/Domingo: Interlagos, momento do qual "filha da puta" passa a ser um tratamento, digamos, fraternal.

Reencontrar velhos amigos e outros nem tão velhos assim, fazer novas amizades e, principalmente, muito barulho. Descobrir que um megafone pode fazer muita falta, no mesmo instante que a presença de outro, faz que seu amigo se torne alvo de um copo d'água, detalhe, que era endereçado a você.

Que existem pessoas incapazes de conviver em grupo, afinal não sabem distinguir liberdade de libertinagem. Felizmente essas uma minoria.

Perceber que enquanto para alguns "o melhor é a fila", para nós pode ser o "café na padaria", o "jacaré no rolete", o "acorda FDP" ou qualquer outro momento único que compartilhamos com um bando de "filhas da puta".

E um pouquinho antes de finalizar essa maratona ainda podemos nos dar ao luxo de assistirmos a uma corrida de F1. Sim, um pouquinho antes, afinal faltam 1:30h de trem/metrô e mais umas 4h de ônibus até voltar para Franca às 23:30h do domingo.

Olhando de fora pode até parecer loucura, talvez até seja, mas com certeza é um dos melhores finais de semana do ano, para a maioria dos "malucos" que participam. E 2011? Estaremos lá novamente, usando o GP Brasil como um pretexto para mais um final de semana inesquecível novamente.


Obs. Abraço especial ao pessoal "GGOO" que são responsáveis por tamanha baderna.

2 comentários:

  1. Hahahaha, interessante um fds desse, bem agitado!!
    Mas esse pessoal da GGOO......tenho medo deles....ahahahaha!!!

    ResponderExcluir